ATIVIDADE DE PORTUGUÊS - LITERATURA DE CORDEL - O LUGAR ONDE VIVO - COM GABARITO

Questões de interpretação de texto para o 6º ano, 7º ano, 8º ano ou 9º ano.

Você pode baixar esta atividade em PDF no final, pronta para impressão.

Leia o texto abaixo para responder às questões 1 – 10:

O lugar onde vivo



Oh, meu amado lugar,
Como é bonito te ver!
Contemplar tuas terras 
E o aconchego perceber!
Agora através destes versos
Vou te fazer conhecer!

Aqui tem um ar puro,
Que vale a pena respirar.
O ruim é que falta emprego,
Pra alguns adultos trabalhar!
Mas não falta o sorriso,
Dessa gente do meu lugar!

Moro no meio do sertão,
Mas barragem tem pra pescar.
Aqui as estradas são de barro,
Mas nela a gente pode brincar.
O povo não tem muito dinheiro,
Mas um bom sorriso sabe dar.

O meu lugar é bem simples,
Mas aqui tem um museu!
Onde guarda suas histórias,
Que o tempo envelheceu.
Tem até casa de farinha
Que o sustento nos deu.

Quando olho pro passado, 
Vejo que não era diferente.
Casinha simples e pequena
Que abrigava muita gente.
Embora o pouco que tinha,
Todos viviam contentes! 

Todo dia no meu sertão,
Vou pra escola e aprendo.
Ouço bem meus professores
Seus conselhos compreendo,
Que estudar é necessário
Pois mudar o mundo pretendo. 

O meu lugar para mim
É o melhor espaço que há,
Tem muitas dificuldades,
Um calor que é de amargar, 
Mas meu povo do sertão
Com tudo isso sabe lidar.

Vou concluindo meus versos
Pois tenho que terminar,
Mas nesta última estrofe
Uma mensagem tem que ficar
Que não precisa ser rico
Pra felicidade encontrar. 

De José Luiz, aluno vencedor em 1º lugar na categoria Poema do estado do Ceará em 2019 na OLP Escrevendo o Futuro – São Gonçalo do Amarante, juntamente com a professora Roberta Sousa.
 

1. Os textos exercem uma função social específica, nascem a partir de situações cotidianas de comunicação e apresentam uma intenção comunicativa bem definida. O gênero do texto acima é:
a) cordel.
b) poesia.
c) cantiga.
d) relato.


2. O texto apresenta um eu lírico apaixonado por sua terra apesar de alguns problemas existentes onde mora. Dentre os versos que comprovam essa afirmação estão:
a) “Contemplar tuas terras  / E o aconchego perceber!”
b) “O povo não tem muito dinheiro / Mas um bom sorriso sabe dar.”
c) “Aqui tem um ar puro / Que vale a pena respirar.”
d) “O ruim é que falta emprego, / Pra alguns adultos trabalhar!”

3. Vocativo é um termo da oração por meio do qual chamamos ou interpelamos o nosso interlocutor, real ou imaginário. Um verso que apresenta um vocativo é:
a) “Mas barragem tem pra pescar”
b) “Vou concluindo meus versos”
c) “O povo não tem muito dinheiro”
d) “Oh, meu amado lugar”

4. O autor do texto realiza em uma das estrofes uma série de expressões com ideia de contrastes. A cada situação que traz um problema social, ele próprio ameniza apresentando ao leitor algo oposto, expondo um lado positivo da vida sertaneja. Tais jogos de expressões estão contidos na:
a) Segunda estrofe.
b) Terceira estrofe.
c) Quarta estrofe.
d) Sexta estrofe.

5. Um verso que apresenta uma linguagem coloquial, muito comum em situações informais, é:
a) “Aqui tem um ar puro”
b) “O ruim é que falta emprego”
c) “Que vale a pena respirar.”
d) “Pra alguns adultos trabalhar!”


6. O texto apresenta sentimentos bem definidos pelo eu lírico, desencadeados por descrições e narrativas sobre o lugar onde ele mora. Desse modo, podemos concluir que o tema principal do texto se resume a:
a) saudades da infância.
b) lembranças do sertão.
c) belezas do meu lugar.
d) saudades do passado. 

7. O verso que se inicia com ideia de oposição é:
a) “Mas aqui tem um museu!”
b) “Tem até casa de farinha”
c) “Embora o pouco que tinha”
d) “Quando olho pro passado”

8. O eu lírico manifesta ao leitor um desejo com muita clareza que provocará tomada de decisões no futuro. Esse desejo está contido no verso:
a) “Vou concluindo meus versos”
b) “Vou pra escola e aprendo”
c) “Pois tenho que terminar”
d) “Pois mudar o mundo pretendo.”

9. No texto, é possível concluir que o eu lírico se define principalmente como:
a) agradável.
b) otimista.
c) realizado.
d) cético. 

10. No verso: “Embora o pouco que tinha”, a palavra em destaque pode ser substituída, sem alterar o sentido original, por:
a) “Portanto”
b) “Apesar do”
c) “Assim sendo”
d) “Entretanto”


Atividade em PDF está mais abaixo, pronta para IMPRESSÃO e GABARITO!



GABARITO
1A / 2B / 3D / 4B / 5D / 6C / 7A / 8D / 9C / 10B



Participe! Deixe um comentário!

O seu comentário é muito importante!

Postagem Anterior Próxima Postagem