ATIVIDADE DE INTERPRETAÇÃO E COMPREENSÃO DE TEXTO / GÊNERO: RELATO PESSOAL - ANOS FINAIS

Leia o texto para responder às questões 1 - 10: 

A MORTE DO CABRITO


Nacelio Simôa
Professor Maurício Araújo

            Era um sábado o dia em que meu pai resolveu matar um cabrito. Na verdade, não foi ele, e sim, um amigo dele conhecido como Zé Pé Seco. Era um dia cheio de trabalho como daqueles que todo mundo fica exausto. O cabrito estava lá: preso numa corda. A minha esperança era que a corda se rompesse e ele pudesse fugir e escapar daquele cruel momento. Mas isso não passou de um sonho infantil dos meus 10 anos. No entanto, a execução do pobre coitado se deu lá pelas 6 horas da manhã.
            Apesar de não ter assistido de perto, ainda pude ouvir aquela paulada certeira na cabeça do cabrito que caiu no chão todo ensanguentado. Não pude conter minha tristeza, meus olhos insistiam em lacrimar, mas tinha que ser homem. Após aquele ato, passei o dia em tarefas de preparo do almoço. Talvez quando não existir mais maldade no mundo, não haverá pessoas com coragem de matar um cabrito, ou outro qualquer tipo de animal. Mas por outro lado, é melhor ele morrer, do que as pessoas, não é verdade? Para ser sincero, apesar de não ter gostado de terem matado o pobre bichinho, gostei depois que comi aquela “buchada”, como dito popularmente aqui na minha região. Mudei de ideia, criei coragem para falar, envergonhado e contrafeito, que o crime compensou.

1. A finalidade do texto é
a) descrever uma notícia.
b) narrar um acontecimento.
c) noticiar um relato.
d) recomendar uma história.

2. Na frase: “O cabrito estava lá: preso numa corda.”, os dois pontos foram utilizados para
a) concluir um acontecimento.
b) iniciar uma citação.
c) promover uma dúvida no leitor.
d) introduzir uma explicação em relação ao fato anterior.

3. No trecho: “Mas isso não passou de um sonho infantil dos meus 10 anos.”, a conjunção em destaque estabelece uma ideia, em relação a frase anterior, de 
a) consequência.
b) explicação.
c) oposição.
d) conclusão.


4. A esperança do personagem principal no início gira em torno
a) da soltura do animal por alguém.
b) do seu amigo chamado Pé Seco.
c) da morte do cabrito.
d) do rompimento da corda. 

5. No trecho: “Mudei de ideia, criei coragem para falar, envergonhado e contrafeito, que o crime compensou.” A palavra em destaque poderia ser substituída, sem alteração do texto, por
a) realizado.
b) preocupado.
c) sem jeito.
d) angustiado.

6. Há uma opinião em:
a) "Era um sábado o dia em que meu pai resolveu matar um cabrito."
b) "O cabrito estava lá: preso numa corda."
c) "a execução do pobre coitado se deu lá pelas 6 horas da manhã."
d) "Mas por outro lado, é melhor ele morrer..."


7. Segundo o texto,
a) o personagem tem esperança de um mundo sem práticas maldosas. 
b) o personagem principal contemplou de perto a morte do cabrito.
c) apesar da morte do animal, o personagem ajudou feliz o preparo do almoço.
d) foi o pai do personagem que matou o cabrito.

8. Por que para o autor o crime compensou?
_____________________________________

9. A que se refere a palavra destacada no trecho: "Após aquele ato..."?
_____________________________________

10. No trecho: "O cabrito estava lá: preso numa corda.", a palavra destacada indica ideia de
a) tempo.
b) lugar.
c) afirmação.
d) modo.


GABARITO
1B / 2D / 3C / 4D / 5C / 6D / 7A / 8. Porque ele gostou da "buchada" preparada. / 9. A morte do cabrito / 10B

Participe! Deixe um comentário!

Tudo Sala de Aula agradece sua interação conosco!

Postagem Anterior Próxima Postagem