QUESTÕES DE CONCURSO DE PORTUGUÊS SOBRE FORMAÇÃO DE PALAVRAS COM GABARITO

1. (IBADE) No trecho: Em “Após a palestra sobre Segurança no Trabalho, iniciou-se o debate.”, a palavra em destaque é formada por derivação: 
a) sufixal.
b) prefixal.
c) imprópria.
d) regressiva.
e) parassintética.

2. (FUNCAB) O substantivo FELICIDADE foi formado pelo processo de:
a) derivação prefixal.
b) composição por aglutinação.
c) derivação regressiva.
d) derivação sufixal.
e) composição por justaposição.
3. Assinale a alternativa que apresenta uma palavra com derivação prefixal.
a) Saudável.
b) Relaxante.
c) Repousar.
d) Suficiente.

4.(IBADE) Em “Antigamente não existia água no mundo.” a palavra em destaque foi formada pelo mesmo processo que:
b) beleza.
c) subsolo.
d) aguardente.
e) pontapé.
a) analfabeto.

5. (INSTITUTO AOCP)  Em “saudável”, palavra derivada de “saúde”, ocorre o processo de derivação sufixal. Assinale a alternativa em que a palavra é formada por esse mesmo processo de derivação.
a) Desconstruir.
b) Inadmissível.
c) Novamente.
d) Desbravar.
6. (FUNDEP) 
                                                                        Boateiro
Diz que era um sujeito tão boateiro, que chegava a arrepiar. Onde houvesse um grupinho conversando, ele entrava na conversa e, em pouco tempo, estava informando: “Já prenderam o novo Presidente”, “Na Bahia os comunistas estão incendiando as igrejas”, “Mataram agorinha o Cardeal”, enfim, essas bossas. O boateiro encheu tanto, que um coronel resolveu dar-lhe uma lição. Mandou prender o sujeito e, no quartel, levou-o até um paredão, colocou um pelotão de fuzilamento na frente, vendou-lhe os olhos e berrou: “Fogoooo!!!”. Ouviu-se aquele barulho de tiros e o boateiro caiu desmaiado. Sim, caiu desmaiado porque o coronel queria apenas dar-lhe um susto. Quando o boateiro acordou, na enfermaria do quartel, o coronel falou pra ele: — Olhe, seu pilantra. Isto foi apenas para lhe dar uma lição. Fica espalhando mais boato idiota por aí, que eu lhe mando prender outra vez e aí não vou fuzilar com bala de festim não. Daí soltou o cara, que saiu meio escaldado pela rua e logo na primeira esquina encontrou uns conhecidos: — Quais são as novidades? — perguntaram os conhecidos. O boateiro olhou pros lados, tomou um ar de cumplicidade e disse baixinho: — O nosso Exército está completamente sem munição.
A palavra “boateiro”, do título do texto, é derivada de
a) boate.
b) boato.
c) bota.
d) botão.

7. (IBFC)  O vocábulo “emburrado” é resultado do seguinte processo de formação de palavras:
a) justaposição.
b) aglutinação.
c) parassíntese.
d) regressão.


8. (CONSULPAM) Marque o item onde só constam palavras derivadas:
a) Maresia, sol, infiel.
b) Pedreiro, vidraça, luzeiro.
c) Caiado, roubo, insuportável.
d) Maremoto, terremoto, terra.

9. (COPEVE-UFAL) 

O princípio do futebol – Da cabeça humana que era chutada em campo à atual bola perfeitamente esférica, o futebol ganhou o imaginário popular
O termo football (de foot, pé + ball, bola) por muito tempo sofreu resistência antes de ser adotado no país. O filólogo Antônio de Castro Lopes (1827-1901), indignado com os estrangeirismos, propôs “balípodo”, formada com dois vocábulos gregos: ballo, lançar + poús, podós, pé. Em vão. Houve quem propusesse também “pedíbola” (do latim pedis [pé] + bulla [bola], “pébola” e “bolapé”. Essas criações artificiais se perderam. O povo preferiu o anglicismo futebol, disputado em campo retangular de 90 m a 120 m de comprimento por 45 m a 90 m de largura. No centro de cada lado menor, a meta com dois postes verticais a 7,32 m de distância um do outro, unidos por uma barra horizontal a 2,44 m de altura. É a arena cercada pela multidão que sofre, geme e explode de alegria.

No texto, há uma reflexão sobre a formação e o uso do termo futebol. As proposições apresentadas para o uso desse termo constituem o processo de
a) derivação sufixal, palavra formada pelo emprego de elemento sufixal.
b) composição, palavra formada pela união de dois ou mais radicais.
c) derivação prefixal, palavra formada pelo emprego de elemento prefixal.
d) abreviação vocabular, palavra formada pela redução de palavras ou frases.
e) derivação imprópria, palavra formada pela mudança da classe gramatical, sem modificação na forma.

10. (INSTITUTO EXCELÊNCIA) A língua portuguesa dispõe de diferentes processos de combinação de morfemas para formar novas palavras. Os principais processos de formação de palavras são a derivação e a composição, sendo assim assinale a alternativa CORRETA a respeito destes processos e duas especificidades.
a) Palavras primitivas são aquelas que derivam de outras palavras. Exemplos: diário (de dia), casarão (de casa), floreira (de flor).
b) Palavras derivadas são aquelas que não derivam de outras palavras. Exemplos: dia, casa, flor
d) Parassíntese é quando há acréscimo simultâneo de um prefixo e um sufixo a um radical.
d) Nenhuma das alternativas.




GABARITO
1D / 2D / 3C / 4B / 5C / 6B / 7C / 8B / 9B / 10C

Participe! Deixe um comentário!

Tudo Sala de Aula agradece sua interação conosco!

Postagem Anterior Próxima Postagem