ATIVIDADE DE ENSINO RELIGIOSO: VIDA E MORTE – CONCEPÇÕES RELIGIOSAS - ANOS FINAIS (BNCC

             

As religiões ajudam o homem a enfrentar inquietações para as quais a ciência não tem respostas ainda ou para as quais as repostas da ciência não são suficientes. A morte de um ente querido é uma das piores dores que um ser humano pode sentir. Vivenciar o luto é imprescindível para suportar tanto sofrimento e fazer ressurgir um novo viver. Muitas pessoas já passaram por esse dilema ou ainda vão passar. Portanto, é importante todos estarem preparados a lidar com a morte, embora nunca aceitamos, talvez porque nós fomos feitos para viver e não morrer. 

A vida após a morte é um tema que gera muitas controversas, tanto para as pessoas que seguem alguma religião, como para aquelas que não seguem. Saber o que acontece e se de fato existe a vida após a morte, é tido para os cientistas como um mistério, afinal, ninguém que morreu, voltou para contar. Já para as religiões, o conceito de vida após a morte é visto de várias maneiras, enquanto alguns não acreditam nessa existência, outros acreditam que após a morte, a pessoa falecida ressurge por meio da reencarnação.

Vida e Morte

De onde viemos e para onde vamos são dois grandes questionamentos que perseguem a humanidade, a filosofia e a ciência há séculos. E, para muitos, são incógnitas que só têm resposta nas religiões. A fé funciona como um ponto de apoio para saber lidar com dúvidas e, principalmente, com as perdas. A relação entre morte e vida sempre foi e será muito estreita. Mesmo com dogmas distintos, todas as religiões pregam coisas boas como o amor ao próximo e a paz. E viver dessa forma garante uma “boa partida” para cada um, independente da crença.

A morte no catolicismo

Quando o indivíduo morre, ocorre uma separação, o corpo volta para a terra, o espírito volta ao lugar de onde veio (Deus) e a alma pode ir para o céu, o inferno ou o purgatório. As pessoas que obedecerem aos ensinamentos deixados por Jesus, poderão usufruir do céu ou paraíso, lugar onde não há sofrimento ou dor. Para aqueles que fizeram mal na terra, o lugar que os esperam é no inferno, um dos lugares mais temidos no cristianismo, onde haverá fogo, sofrimento, demônios e ranger de dentes. Para eles, uma vez indo para este lugar, não há mais volta. Para a Igreja Católica, as pessoas que não foram boas como deveriam para irem para o paraíso, mas também não foram más ao ponto de irem para o inferno, após a morte, o destino que as esperam será no purgatório. Neste lugar, seus espíritos ficarão por um tempo indeterminado e só podem sair de lá mediante muitas orações por aquela alma.

A Vida após a morte na Umbanda

A religião umbandista acredita em vida após a morte. Para eles, a alma pode ser levada para sete linhas diferentes que são guiadas por orixás ou outras entidades divinas, tudo vai depender da vida que a pessoa levou aqui na terra. Os umbandistas acreditam na reencarnação do espírito após a morte. Se a pessoa teve boas obras, ela irá reencarnar podendo ser um espírito protetor, já aqueles que foram maus irão reencarnar em forma de espíritos perturbadores.

Vida após a morte no espiritismo

Para os espiritas, a vida após a morte é apenas uma passagem para uma jornada que deve ser concluída pelo espírito, onde o mesmo passará por uma evolução até chegar na reencarnação. Quando o corpo físico morre, o espírito se torna consciente, vivo e liberto. Segundo a visão espírita, as pessoas consideradas boas, que fizeram muitas caridades evoluem de forma fluida, já as pessoas consideradas pecadoras passam a ter uma oportunidade de reparar seu erro por meio da reencarnação.

Visão protestante

Os evangélicos acreditam no julgamento, na condenação (céu ou inferno) e na eternidade da alma. A diferença é que o morto faz uma grande viagem e a ressurreição só acontecerá quando Jesus voltar à Terra, na chamada 'Ressurreição dos Justos', ou, então, aqueles que forem condenados terão uma nova chance de ressurreição no 'Julgamento Final'. Os que morrerem sem Cristo como seu Deus também receberão um corpo especial para passar a eternidade no lago de fogo e enxofre. Entretanto, o adventismo prega que não existe o inferno, e sim, a morte eterna, em que não haverá retorno dos ímpios em um ambiente de tormentas. 

Reflexão para aqueles que perderam alguém que ama

Encontre força e ânimo para seguir em frente. Nem sempre a vida é justa, mas precisamos resistir e seguir em frente. Tenha força, pois ainda temos muito pela frente. A vida é uma caixinha de surpresas e precisamos aprender a lidar com as dificuldades.


ATIVIDADES SOBRE O QUE VOCÊ APRENDEU


1. Para você, por que a morte é um mistério para humanidade?
_________________________________________

2. Você acredita que há vida após a morte? Por quê?
_________________________________________

3. Qual a visão que o catolicismo acredita sobre a morte?
_________________________________________

4. Imagine que um amigo seu perdeu alguém que amava e escreva uma mensagem de conforto para ele.
__________________________________________

GABARITO
1. Resposta Pessoal.
2. Resposta Pessoal.
3. Quando o indivíduo morre, ocorre uma separação, o corpo volta para a terra, o espírito volta ao lugar de onde veio (Deus) e a alma pode ir para o céu, o inferno ou o purgatório.
4. Resposta Pessoal.


PLANEJAMENTO PARA O PROFESSOR

OBJETO DO CONHECIMENTO
Doutrinas religiosas

OBJETIVO DE AULA
Descrever formas de abordagem do tema “Vida e morte” de maneira a respeitar a diversidade religiosa.

HABILIDADE BNCC
(EF08ER03) Analisar doutrinas das diferentes tradições religiosas e suas concepções de mundo, vida e morte.

Atividade elaborada por Maurício Araújo


POSTE UM COMENTÁRIO

Tudo Sala de Aula agradece sua interação conosco!