ATIVIDADE DE ENSINO RELIGIOSO: LIBERDADE DE PENSAR - ANOS FINAIS (BNCC)

Liberdade de pensamento (liberdade de consciência, liberdade de opinião ou liberdade de ideia) é a liberdade que os indivíduos têm de manter e defender sua posição sobre um fato, um ponto de vista ou uma ideia, independente das visões dos outros. Consta na Declaração Universal dos Direitos Humanos em seu artigo XVIII, que expressa que "todas as pessoas têm direito à liberdade de pensamento, consciência e religião"

Aprofundando

É possível que você já tenha indagado: Será que temos o direito de falar tudo aquilo que queremos, mesmo que isso ofenda o outro? A Liberdade de Manifestação do Pensamento, costumeiramente chamada de “Liberdade de Pensamento”, garantida no Inciso IV do Artigo 5º da Constituição de 1988, trata dessa questão, mas não é o único. Esse artigo é um dos principais de nossa Constituição, porque determina os direitos fundamentais de todos os cidadãos do país, como direito à vida, à liberdade e à igualdade. A “liberdade de pensamento” configura, portanto, um dos principais instrumentos para se cumprir o direito à plena liberdade no Brasil.


O artigo 5º, em seu inciso IV, afirma que:

“IV – é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;”

Logo, conclui-se que podemos expressar nossas opiniões e pensamentos sem que o Estado, ou qualquer outra pessoa, nos impeça disso. Porém, isso não significa que podemos agir com desrespeito, ofender ou ferir qualquer outra lei do País. A liberdade de manifestação do pensamento será garantida desde que, ao expressar uma opinião, as outras leis sejam respeitadas.

Pensar é um ato essencial para o desenvolvimento social, econômico e cultural de qualquer indivíduo e sociedade. Pode parecer óbvio que tenhamos a liberdade de pensamento, afinal, ninguém pode invadir nossa cabeça e nos impedir/obrigar a pensar em algo. Entretanto, ao garantir, em lei, a liberdade de manifestação do pensamento, além do direito de expressar opiniões, também se garante o direito ao pensamento íntimo, o direito ao silêncio e até mesmo o direito de não manifestar o pensamento.

Crítica (Reflexão) 


ATIVIDADE SOBRE O QUE VOCÊ APRENDEU

1. O que o artigo 5º, em seu inciso IV da nossa Constituição Federal garante a todos os brasileiros? 
__________________________________________

2. Posso defender minhas opiniões e convicções religiões desrespeitando as pessoas que pensam diferente de mim? Justifique sua resposta.
__________________________________________

3. O que significa ter liberdade para pensar?
__________________________________________

4. Analise a charge de Bobbiker (crítica) e responda:
No Brasil, ainda existe opressão àqueles que porventura pensam diferente da maioria? Cite um exemplo. 
__________________________________________


GABARITO
1. É livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato.
2. Resposta Pessoal. (Mas é esperado que os estudantes respondam sim)
3. É o ato que os indivíduos têm de manter e defender sua posição sobre um fato, um ponto de vista ou uma ideia, independente das visões dos outros.
4. 
a) Resposta Pessoal. (Mas é esperado que os estudantes respondam sim. Podem ser citados o preconceito religioso, político e/ou ideológico) 


PLANEJAMENTO PARA O PROFESSOR

OBJETO DO CONHECIMENTO
Princípios e valores éticos

OBJETIVO DE AULA
Compreender que a liberdade de pensamento é um ato essencial para o desenvolvimento social, econômico e cultural de qualquer indivíduo e sociedade.

HABILIDADE BNCC
(EF09ER06) Reconhecer a coexistência como uma atitude ética de respeito à vida e à dignidade humana.

Atividade elaborada por Maurício Araújo


POSTE UM COMENTÁRIO

Tudo Sala de Aula agradece sua interação conosco!