ATIVIDADES DE ENSINO RELIGIOSO: RITUAIS RELIGIOSOS DO CRISTIANISMO (ANOS FINAIS) BNCC

Rituais x Ritos Religiosos

Nas religiões existem diferentes tipos de ritos, que por sua vez são compostos por rituais. O rito é a categoria mais ampla, como rito de passagem ou de cura, enquanto o ritual é o conjunto de gestos e ações que compõem os ritos. Muitas religiões possuem ritos de passagem como o batismo, por exemplo, o que os diferencia são as formas ritualísticas. O ritual é um comportamento simbólico repetitivo, padronizado e redundante que canaliza emoções e organizam grupos sociais. É uma performance com sequências de atos formais personificada pelos diversos atores.

Ao lado dos símbolos, como a linguagem fundamental da experiência religiosa (imagem) e dos mitos como a expressão narrativa de elementos religiosos (palavra), os ritos constituem a linguagem ‘gestual’ da vivência religiosa. Simbolicamente, o rito imita algum gesto primordial referido à divindade ou coloca em prática determinados conteúdos narrados em um mito. Ao mito como palavra corresponde o rito como o gesto. Trata-se de uma ação de dramatização, em que uma vivência das origens é transformada em gestos.

LITURGIA

A palavra liturgia compreende uma celebração religiosa pré-definida; pode incluir ou referir-se a um ritual formal e elaborado (como a Missa Católica). A liturgia é considerada por várias denominações cristãs, nomeadamente o Catolicismo Romano, a Igreja Ortodoxa, a Igreja Presbiteriana, a Igreja Batista, a Igreja Metodista e alguns ramos (Igrejas Altas) do Anglicanismo e do Luteranismo, como um ofício ou serviço indispensável e obrigatório. Isto porque estas Igrejas cristãs prestam essencialmente o seu culto de adoração a Deus (a teolatria) através da liturgia. 

ORAÇÃO

Os cristãos rezam para louvar a Deus e pedir a ajuda e os favores divinos. Por isso, a oração é elemento central de todo culto cristão. Ao orar, os cristãos adotam postura especial: é costume ajoelharem-se, com os olhos fechados e as mãos unidas em súplica.

MISSA

Santa Missa, ou celebração da eucaristia, é a principal celebração religiosa da Igreja Católica e da Igreja Ortodoxa. Para estas igrejas, a missa é o cumprimento do mandamento de Cristo de fazer o que Ele mesmo fez na Última Ceia e é o sacramento em que se recebe o Corpo e o Sangue de Cristo sob a matéria do pão e do vinho. Na Igreja Católica, a missa pode ser celebrada todos os dias, exceto na Sexta-feira Santa. Os fiéis católicos participam da missa aos Domingos e nas festas de guarda.

CULTO CRISTÃO


O culto tem sido considerado, pela maioria dos cristãos, como o ato central de identidade cristã através da história. Muitos teólogos cristãos têm definido a humanidade como homo adorans, ou seja, "o homem que cultua", significando assim que o culto a Deus é central para se compreender, pois eles não acreditam em Deus.

SERMÃO 

O sermão é um discurso sobre um tópico religioso apresentado por um padre, pastor ou pregador leigo. Muitas vezes é baseado num trecho da Bíblia que pode ser lido antes do sermão. Quando um orador prega um sermão considera-se que aquela é a "palavra de Deus". Por esse motivo, sermões têm especial importância para o protestantismo.

PAI-NOSSO

Quando Jesus ensinou seus seguidores a rezar, transmitiu-lhes esta oração, também chamada "Pater Noster" (do latim). É a mais popular de todas as orações do culto cristão. Ao combinar o louvor a Deus, o anseio por Seu reino e a necessidade humana, espiritual ou física, de ajuda divina, o pai-nosso tornou-se modelo das demais orações cristãs.

PÚLPITO

Os sermões são realizados numa plataforma elevada chamada púlpito. Tradicionalmente, este se situa no lado leste da nave, voltado para o centro. Nas igrejas protestantes, o púlpito pode ter uma posição mais central.

HINOS

Entoar canções sagradas, ou hinos, é parte importante do culto cristão. Originalmente, os hinos eram cantados em grego ou latim; porém, desde a Reforma costumam ser cantados na língua nativa da congregação.

BATISMO

É um ritual de iniciação na vida cristã. Ele é a base do Cristianismo, o portal pelo qual o espírito faz sua passagem na direção de Deus e dos outros sacramentos. Segundo as religiões cristãs, o Homem é libertado do pecado e encontra o caminho da regeneração, ao lado de Cristo, através deste ato de imersão na água.

REFLEXÃO

Respeitar a fé do outro e o direito à celebração de seus ritos é a base de uma convivência humana harmonia.


ATIVIDADE SOBRE O QUE VOCÊ APRENDEU


1. Com suas palavras, escreva a diferença entre ritos e rituais.
____________________________________________

2. Através de que ritual as igrejas cristãs prestam essencialmente o seu culto de adoração a Deus?
____________________________________________

3. Por que para os cristãos o sermão tem uma grande importância para fortalecer a fé das pessoas?
____________________________________________

4. Qual o significado do batismo no cristianismo?
____________________________________________

GABARITO:

1. Um ritual é um conjunto de gestos, palavras e formalidades, geralmente imbuídos de um valor simbólico, cuja performance é, usualmente, prescrita e codificada por uma religião ou pelas tradições da comunidade. Já o rito se trata de um costume ou de uma cerimónia que se repete de forma invariável de acordo com um conjunto de normas previamente estabelecidas.
2. Através da liturgia.
3. Porque tem base num trecho da Bíblia. E quando um orador prega um sermão, considera-se que aquela é a "palavra de Deus".
4. É um ritual de iniciação na vida cristã. Ele é a base do Cristianismo, o portal pelo qual o espírito faz sua passagem na direção de Deus e dos outros sacramentos.

Planejamento para o professor:

OBJETO DO CONHECIMENTO
 Símbolos, ritos e mitos religiosos.

OBJETIVO DE AULA
 Reconhecer e respeitar os ritos e rituais sagrados do cristianismo.

 HABILIDADE BNCC
(EF06ER06) Reconhecer a importância dos mitos, ritos, símbolos e textos na estruturação das diferentes crenças, tradições e movimentos religiosos.
 
Atividade Elaborada por Maurício Araújo

POSTE UM COMENTÁRIO

Tudo Sala de Aula agradece sua interação conosco!