ATIVIDADE / SIMULADO DE PORTUGUÊS - PROPAGANDAS COM INTERTEXTUALIDADE - ANOS FINAIS


Leia o texto para responder a questão:


1. Essa imagem faz referências ao nome de um conhecido filme nacional. Esse tipo de “diálogo” entre textos é chamado de
a) publicidade.
b) plágio.
c) cópia.
d) intertextualidade.


Leia o texto para responder a questão:

2. Esta imagem foi inspirada na famosa pintura “Mona Lisa”, de Leonardo da Vinci. Neste caso, ela tem como objetivo
a) reproduzir as qualidades do original.
b) provocar humor.
c) emocionar o leitor.
d) informar sobre um acontecimento.

Leia e depois responda à pergunta:

3. A publicidade está interagindo com outro texto, que é
a) uma música.
b) um filme.
c) uma animação.
d) uma imagem.


Leia e depois resolva a questão:


4. Observe a imagem publicitária. Sobre ela, pode-se afirmar que
a) há intertextualidade com a Mona Lisa de Leonardo Da Vinci e tem como objetivo emocionar o leitor.
b) a frase sugere que o produto deixa a roupa como uma obra-prima, tal como o quadro de Da Vinci.
c) este tipo de intertextualidade deve ser evitado na publicidade.
d) não há relação entre a imagem e a frase presente no anúncio.


Leia os dois textos abaixo e depois resolva a questão:

Texto 1:

Texto 2:

5. Em relação as imagens podemos afirmar que
a) não há relação entre elas, pois uma divulga comida e a outra divulga sapato.
b) não há  relação entre elas, pois uma fala de comida e a outra fala de religião.
c) a primeira interage com a segunda com a finalidade de divulgar a loja e os produtos. A segunda objetiva divulgar um filme. 
d) a primeira interage com a segunda com a finalidade de divulgar a loja e os produtos. A segunda objetiva enviar uma mensagem. 


Leia o poema abaixo e depois responda a questão:


Canção do exílio
Gonçalves Dias

Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá;
As aves, que aqui gorjeiam,
Não gorjeiam como lá.

Nosso céu tem mais estrelas,
Nossas várzeas têm mais flores,
Nossos bosques têm mais vida,
Nossa vida mais amores.

Em  cismar, sozinho, à noite,
Mais prazer eu encontro lá;
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá.

Minha terra tem primores,
Que tais não encontro eu cá;
Em cismar sozinho, à noite
Mais prazer eu encontro lá;
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá.

Não permita Deus que eu morra,
Sem que eu volte para lá;
Sem que disfrute os primores
Que não encontro por cá;
Sem qu'inda aviste as palmeiras,
Onde canta o Sabiá. 
 
6. A finalidade deste poema é falar sobre 
a) as características da terra natal do poeta.
b) as palmeiras e o sabiá da terra natal do poeta.
c) a saudade que o poeta sente de sua terra.
d) a satisfação do poeta em estar no exílio.


Leia o anúncio publicitário para responder a questão: 


7. Sobre a publicidade pode-se afirmar que
a) a intertextualidade tem por objetivo divulgar o Brasil. 
b) a intertextualidade tem como objetivo provocar humor.
c) a frase objetiva plagiar o poema “Canção do Exílio” de Gonçalves Dias, demonstrando o desejo de retornar à terra natal.
d) a frase objetiva tornar a publicidade mais expressiva e criativa, demonstrando o desejo de retornar à terra natal.


Observe o famoso quadro “Moça com Brinco de Pérola” do pintor Johannes Vermeer (à direita) e uma paródia desse quadro:


8. Podemos dizer que é objetivo das paródias, em geral,
a) copiar o original.
b) provocar humor.
c) emocionar.
d) informar.


Observe a figura e responda a questão:

9. Nesta imagem observamos a intertextualidade com a paráfrase “O barato sai caro”. A finalidade dessa paráfrase é
a) mostrar que o barato pode sair caro, pois pode comprometer a qualidade.
b) mostrar que o barato pode sair caro, pois fica-se muito tempo parado.
c) mostrar que algo pode parecer barato mas é caro.
d) mostrar que algo que é barato pode insuficiente.


Leia e depois resolva a questão:


10. Nesta publicidade a intertextualidade objetiva
a) convencer o consumidor.
b) iludir  o consumir.
c) mostrar o consumo do produto.
d) provar que todos usam o produto.


Leia e depois responda:


11. Provérbios apresentam uma estrutura mais ou menos fixa. Comparando a frase acima com o provérbio “Água mole, pedra dura, tanto bate até que fura”, pode-se afirmar que: 
a) não ocorre intertextualidade, pois o sentido expresso por essas frases é diferente.
b) algumas palavras foram substituídas por outras, por isso não há intertextualidade.
c) a estrutura da frase é igual a do provérbio, portanto um texto dialoga com o outro.
d) esta frase é uma paródia do provérbio, pois possui caráter irônico e contestador.

GABARITO
1A / 2B / 3A / 4B / 5C / 6C / 7D / 8B / 9A / 10A / 11C 

12 Comentários

Tudo Sala de Aula agradece sua interação conosco!

  1. quais são as respostas da 7 e 10? Estou em dúvida.

    ResponderExcluir
  2. Alguém pode me ajudar nas questões 7 e 10, por favor?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Abaixo tem a resposta! Ou sua dúvida é compreender o porquê da resposta ser a indicada?!

      Excluir
  3. aproveitei para enviar aos meus alunos como atividade estimuladora, visto que estão sem aulas e nao tem estado motivados a fazerem atividades regulares.
    obrigado.
    Dei os creditos!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Tudo Sala de Aula agradece sua interação conosco!