ATIVIDADE DE RELIGIÃO - MATERIALISMO E CONSUMISMO - ANOS FINAIS (BNCC)

 MATERIALISMO E CONSUMISMO 


Não há quem não se sinta remotamente atraído pelos apelos de consumo da sociedade contemporânea. Hoje em dia, ter o melhor par de tênis ou as roupas mais descoladas é essencial para manter o status de poder – principalmente entre os adolescentes. Segundo a revista Veja, um estudo realizado com garotas e rapazes de nove países mostra que, no Brasil, sete em cada dez jovens afirmam gostar de fazer compras.


Para tentar entender a presença da juventude brasileira na economia mundial, preste atenção no resultado da pesquisa: estamos em primeiro lugar no ranking do consumismo, deixando para trás países como França, Estados Unidos e Japão.


MÍDIA, INFÂNCIA E COMPULSÃO


O Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope) apresenta valores de R$ 210 milhões para a propaganda dirigida ao público infantil em outubro deste ano. A pergunta é: que tipo de criança precisa de dez pares de sapato, três bolsas e maquiagem cara para ser feliz? É interessante – e assustador – perceber que os pais perderam seu senso de autoridade, e que as regras da casa passaram a ser impostas pela televisão.

 


No contexto atual do consumismo no Brasil, os meios de comunicação social podem ser apontados como os principais propulsores da compulsão de crianças e adolescentes por produtos mais novos, mais caros e mais bonitos. Não é de hoje que a publicidade interfere na formação dos mais jovens: estamos todos imersos em imagens e sons que invadem nossas casas sem pedir permissão. Hoje, o desejo toma conta da necessidade. 


O QUE O CRISTIANISMO DIZ SOBRE O CONSUMISMO?

O consumismo hoje é um estilo de vida orientado pelo que é supérfluo, pela cultura do descartável, pelo desejo incessante de surfar sempre a nova onda. Criou-se um presente perpétuo. O passado não serve mais como orientação, o futuro não importa mais. O consumismo é o desejo de viver o aqui e o agora, e com tudo o que isso tiver para oferecer, com o melhor slogan, energizado pelos melhores insights publicitários, embalado pelas mais criativas campanhas de marketing. A internet e as redes sociais elevaram essa sensação a níveis estratosféricos. É o tempo em que o que se consome não importa mais; o que esse consumo pode ostentar e o que ele pode proporcionar para o status do consumidor, para a sua imagem, é o que conta.


CRÍTICA



ATIVIDADES SOBRE O QUE VOCÊ APRENDEU



1. Você tem o hábito de comprar objetos não necessários? Por quê?

________________________________________


2. Ao comprar um determinado produto, o que você prioriza: a marca, a qualidade ou o preço? Justifique a sua escolha.

________________________________________


3. Com suas palavras, defina o que é consumismo. 

________________________________________


4. Releia a charge na seção “CRÍTICA” e escreva a mensagem que o texto traz para o leitor. 

________________________________________



GABARITO

1. Resposta Pessoal.

2. Resposta pessoal.

3. O Consumismo é o ato que está relacionado ao consumo excessivo, ou seja, à compra de produtos ou serviços de modo exagerado.

4. Faz uma crítica às propagandas de televisão e a fácil manipulação das pessoas, incentivando os telespectadores a praticarem o consumo excessivo de compra de celulares. 


PLANEJAMENTO PARA O PROFESSOR


OBJETO DO CONHECIMENTO
Tradições religiosas, mídias e tecnologias
OBJETIVO DE AULA
Compreender a o materialismo e o consumismo e seus impactos na sociedade atual. 
HABILIDADE BNCC
(EF08ER07) Analisar as formas de uso das mídias e tecnologias pelas diferentes denominações religiosas.


Atividade produzida por Maurício Araújo

POSTE UM COMENTÁRIO

Tudo Sala de Aula agradece sua interação conosco!