ATIVIDADE DE RELIGIÃO (BNCC): O VALOR DA VOCAÇÃO - ANOS FINAIS

VOCAÇÃO

A vocação é aquilo que permite ao ser humano transcender-se. Não se confunde com trabalho ou profissão, nem é apenas um sentimento, ou um desejo, uma vontade que pode ser confundida com mera teimosia. A vocação é a aptidão para trabalhar não como quem sofre, mas como quem cria; é fazer, com a simplicidade, o prazer e a maestria com que a vovó faz um bolo, tarefas muito mais complexas do que esta.

A vocação é assunto de fundamental importância. Mas no Brasil é tratada com desimportância e desinteresse. Já dei antes uma razão: a natureza não ajuda. Mas esta não é a única, pois a cultura também não.


Assim como a natureza, os ambientes nos quais vivemos — familiar, social, profissional, religioso —não nos forçam a seguir nossa vocação. É até possível dizer que nos conduzem em sentido contrário: o de só pensarmos mais no assunto quando chega a época de escolher faculdade, emprego ou vida religiosa. Assim, a vocação é tratada como assunto para certos momentos da vida e não para a vida toda. Parece que, uma vez feita a opção, acerta-se ou erra-se e o assunto termina aí. 

Para romper esta tradição cultural, você deve dar à vocação a importância que ela demanda, como ferramenta que faz nada menos do que dar sentido à sua vida.

Para isso é preciso:
- Usar sua inteligência para enxergar aquilo que você ama verdadeiramente, por trás de todos os desestímulos familiares, sociais etc.;
- Ser fiel ao que você verdadeiramente ama – seja arte, ciência, religião ou literalmente qualquer coisa – que é o que dará sentido à sua vida;
- Usar inteligentemente sua vontade livre para compreender cada vez mais, e assim ser cada vez mais fiel ao que ama.


O ideal é sempre buscarmos a aplicação dos nossos talentos naquilo em que possamos realizar nossa vocação. Por isso é importante, de forma consciente, começar a pensar sobre as seguintes questões:
- Quais são os meus verdadeiros talentos?
- Qual é a minha vocação?
- Qual é a minha missão de vida?

Se possível, faça isso com apoio profissional ou de alguém que goste de você, com quem possa compartilhar essas questões de forma aberta, neutra e construtiva. Pois, como seres humanos, somos todos espelhos uns dos outros e cada um de nós traz impregnado no fundo da alma intenções não conscientes que o outro pode nos ajudar a descobrir. Essas intenções, se descobertas, proporcionam na vida pessoal e profissional o sentimento de estarmos passando por esse mundo “fazendo diferença”. 


ATIVIDADES SOBRE O QUE VOCÊ APRENDEU 


1. O que significa ter vocação em algo?
___________________________________________

2. Sem pensar em termos de vida profissional, qual sua maior vocação no meio em que você vive, ou seja, o que você pode oferecer ao mundo, hoje, nos diversos papéis que você desempenha?
___________________________________________

3. As pessoas precisam se preparar bem para viver. Entre tudo o que auxilia o ser humano a viver bem a sua vocação, o que você considera mais importante?
___________________________________________

4. Que carreira profissional você deseja seguir na vida? Por quê?
___________________________________________


GABARITO

1. É uma inclinação, uma tendência ou habilidade que leva o indivíduo a exercer uma determinada carreira ou profissão. 
2. Resposta Pessoal.
3. Resposta Pessoal.
4. Resposta Pessoal.


PLANEJAMENTO PARA O PROFESSOR

OBJETO DO CONHECIMENTO
Princípios e valores éticos

OBJETIVO DE AULA
Refletir sobre desejos, vocações e sonhos na tomada de decisão.

HABILIDADE BNCC
(EF09ER08) Construir projetos de vida assentados em princípios e valores éticos.


Atividade produzida por Maurício Araújo

3 Comentários

Tudo Sala de Aula agradece sua interação conosco!

  1. Bom dia Maurício.
    Suas atividades são muito boas, bem elaboradas de uma forma que além de estarem inseridas dentro das habilidades da BNCC, fazem o aluno pensar, refletir e mudar de postura. Parabéns!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Tudo Sala de Aula agradece sua interação conosco!